Se segura, amor.

Não fale, não demonstre, não chore. Ele não vale suas palavras, seus sentimentos e muito menos suas lágrimas.

Brilho nos olhos, cílios postiços, batom rosa na boca. Boca essa que nunca mais beijará a sua, sim, orgulho, amor próprio entre outros motivos que você conhece bem. Como se não bastasse perde-la, você tinha que mentir, fingir, enganar.

Saiba que agora a única coisa que a engana é o tempo, e olha que as vezes nem esse consegue. Ingênua demais para perceber que era amor demais para simplesmente ser. O sorriso que antes ocupava seu rosto, hoje dá lugar as poucas lágrimas que ainda caem por você.

O que você não sabe é que mulher é assim, chora por qualquer coisinha. Pode parecer loucura mas em menos de 24 horas ela não vai mais precisar de você, talvez porque ela nunca tenha precisado, talvez porque ela tenha se apegado. Mas agora, agora o lema é outro. O lema é: Pega mas não se apega. E se eu a conheço bem, ela costuma seguir as regras.

Aguarde, ela tá voltando, diferente eu garanto. Ela ta querendo! Ta querendo mais amor, menos você. Tá precisando de alguém, alguém não inclui “qualquer um” o alguém que ela precisa é alguém capaz de superar suas espectativas, ou seja, você está fora desse grupo.

Agora apenas a olhe, observe seu modo de sorrir, ah garoto, você a teve em suas mãos e deixou-a escapar. Que bobeira não? Agora aguenta ver ela ser de outro, paga a lingua e nunca mais diga que não corre o risco de perder! Está vendo? Ela está bem ali, todos os olhos estão voltados a ela. Parece que a liberdade de não ter ninguém segurando suas mãos a fez querer voar, e não é que ela pode mesmo?

Tudo agora parece estar a sua volta, menos você. Incrivel como as pessoas podem mudar não é mesmo? Bem que ela te avisou: olha amor, é bom você se segurar. Então, se segura, ela vem vindo por ai, e agora deixou de ser ventania e virou furacão.

Anúncios