A janela

Certo dia me peguei olhando por uma janela, via pessoas passando, crianças chorando, carros, motos, passarinhos, árvores, para ser mais exata eu via o mundo de um ângulo diferente. Hoje resolvi olhar outra janela, a janela que me fez enxergar dentro de mim, é como se eu tivesse saido do meu corpo e ficasse me “assistindo”. Sim, assistindo tudo que eu fiz durante muito tempo, tinha horas que ao olhar por essa janela vinha a melhor sensação do mundo, tinha hora que tudo que eu queria é que uma cortina se fechasse e eu pudesse esquecer tudo que eu tinha acabado de ver, mas não, essa janela não tem cortinas, e eu tive que enfrentar tudo. Foi como mergulhar em minhas lembranças, reviver minhas angústias e por um momento sentir algumas alegrias passadas. Essas foram tão momentâneas que não dava tempo de vê-las por inteiro, mas quando eu abria a memória das angútias eu revivia tudo, cada segundo exatamente como tinha sido antes. É eu fiquei mal, muito mal, mas, algumas coisas precisam ser feitas, vividas, revividas várias e várias vezes, sem o tal do botão “excluir” ou da “cortina” se fechando.
Não fiz isso por vontade própria, acho que tinha chegado a hora de eu pensar em tudo, e ver que nem todas as minhas burradas foram burras. Hoje, olhando de fora eu vejo que foram necessárias, e por mais que elas ainda me machuquem elas tem que ser revividas, pois esse é a única forma de me fortalecer. É como lidar com um medo profundo, você tem que encarar ele de frente, sem medo do que está por vir, e foi isso que eu fiz, abri essa janela, vi tudo que eu tinha que ver e quando eu terminei apareceu a tão esperada cortina, e sabe o que eu fiz? Deixei ela aberta. Assim eu tenho a certeza de que eu vou poder reviver tudo sem medo, pois quando perdemos o medo de algo, a primeira coisa que fazemos é nós prender a ele.
Portanto, abra sua cortina, olhe pela sua janela e veja tudo que você teme, só assim o medo vai se tornar seu maior desejo.

Anúncios

Breath

Você já sonhou que estava se afogando, e a única coisa que você queria era respirar? Pois é, você nadava, nadava, nadava e não chegava a superfie, você estava afundando cada vez mais, e então um único pensamento vem a sua cabeça, você se acalma e se deixa levar, mas você não pode, você tem que lugar até o final, você sabe. Então você abre os olhos e seu corpo pesa pra baixo, você nada mais forte para subir e o sol vai aparecendo levemente, sua força aumenta, você está quase conseguindo e então o mesmo pensamento volta, suas forças acabam novamente, mas você decide que não vai mais pensar naquilo, não vale a pena, não é que você esteja desistindo de pensar, mas ficar pensando naquilo não deixa você sair do lugar, e você precisa sair, você precisa andar, seguir em frente sem ter medo, então aquele pensamento começa a sumir, você olha para cima e vê o sol, e finalmente você pensa consegui. Recupera o ar, e segue em frente, sem medo, sem pensamentos, apenas por seguir.

Vai passar, juro.

Está na hora de seguir em frente, por mais que doa e seja difícil de aceitar, o seu passado não pode te fazer feliz. Você sabe disso mas não quer aceitar, a questão é que agora a única pessoa que pode te fazer feliz é você, ele já não é mais capaz disso, na verdade acho que ele nunca foi não é mesmo?
Sim, estou abrindo a ferida, eu sei ela já estava se cicatrizando, mas ela ia deixar marcas, e não, não pode sobrar nenhuma marca, você não pode lembrar todos os dias de como foi, você tem que mudar isso, a partir de agora o passado vai ficar só no passado. Eu sei, sua ferida está sangrando, está doendo, sua vontade é de sumir, mas você não vai fazer isso, porque não vai adianta, sua dor não vai passar, não tão rápido , não até VOCÊ decidir que ela tem que passar, diminuir sua dor é uma escolha. Uma escolha sua, você escolhe: ou lembra todos os dias ou esquece e faz a dor sumir. É, você já sabia disso, mas tinha que confirmar de alguma forma, esta aqui a confirmação, já faz quase um minuto que você esqueceu de lembrar, isso já é um começo, agora basta você esquecer. Seque essas lágrimas, respire fundo, essa dor não vai durar pra sempre, nada dura pra sempre, essa dor vai passar, mais cedo ou mais tarde. Vai passar, juro.